5 degraus para perder o medo de se comunicar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Director of the company discussing work problems at the meeting and points a finger at one of the employees.staff listen attentively to the Director and record information in notebooks

De um a um você chega lá!

Hoje eu escrevo um pouco sobre como perder o MEDO de se comunicar para te ajudar a subir 5 degraus que te levarão a sua melhor performance. Esse tema tem sido muito comentado quando eu faço perguntas para quem me segue nas redes sociais e nos meus treinamentos.

Desde já, é muito importante que você saiba que o medo inibe a sua capacidade de se comunicar e o mundo responde da mesma forma com que você se comunica consigo e com os outros. Se você tem domínio ao se comunicar, você possui sucesso na vida pessoal e profissional.  Se você não domina seus pensamentos, certamente tem emoções descontroladas e um comportamento passional e recebe uma comunicação distorcida.

Quantas situações poderiam ser evitadas se você tivesse mais controle sobre sua comunicação, não é mesmo? Quão agressiva pode ser nossa comunicação por não sabermos nos expressar e por não conhecermos a origem daquela emoção?

Antes de começar, se você conhece alguém que vai se beneficiar com essa informação, ajude essa pessoa a subir esses degraus com a gente. Compartilhe esse texto, para que juntos possamos criar um grupo de pessoas confiantes e notáveis comunicadoras.

Então, vamos lá!

Primeiro, o medo é algo normal em todo ser humano e até muito precioso, porque o medo na dose certa protege nossa vida. É assim desde o tempo dos homens das cavernas. A questão é fazê-lo salvar sua vida, sua apresentação, seu relacionamento e não empacar a sua existência.

Degrau número 1

  • Coloque o medo atrás de você, dos seus sonhos!

O medo pode ser usado como estímulo para você fazer melhor, para você evoluir. Quer um exemplo? Vou apresentar um projeto novo para a direção da empresa. Estou inseguro, vou estudar mais.  E não, estou com medo, não vou aceitar o desafio. Isso nunca!

  • O medo tem que te fortalecer!

Já ouviu a frase, “se der medo, vai com medo mesmo”? Se sua vida não corre risco e nem sua dignidade e seus valores, então atravesse esse obstáculo. Vença a resistência.

Sempre que você for fazer algo para melhorar, o medo na versão resistência aparece. Se for pra ficar sem fazer nada, não tem resistência nenhuma, reparou?

Lembre-se que o NÃO você já tem. Portanto, vamos melhorar a comunicação para ganhar um SIM com louvor.

Degrau número 2

  • Pergunte-se, por que você tem medo? Do que você tem medo?

Alguns motivos bem comuns:

  • Perfeccionismo. ESQUEÇA! Ninguém é perfeito. Só Jesus!  E querendo a perfeição você se torna demasiadamente crítico e por não estar bom nunca, você não cria nada ou se cria não compartilha.
  • Nervosismo. Isso se resolve com treino, ensaio, estudo, conhecimento. Se você conhece o assunto você pode até não saber transmitir seu conhecimento, mas medo você não tem. Todos ficamos nervosos ao entrar num palco, numa entrevista de emprego, enfim… deixa fluir. Você se preparou!
  • Baixa autoestima. Só existe você no mundo. Nem sua irmã ou irmão gêmeo será igual a você, portanto, seja sua melhor versão. Encare o desafio de mudar. Analise-se, investigue de onde vem seus bloqueios. Tudo tem jeito nessa vida. Dinheiro compra boa aparência, mas não confiança. Segurança e autoestima são características de pessoas que se aceitam como são, sabem que vão errar na vida e que podem melhorar; e o mais importante: tem atitude para fazer o que precisa ser feito. Emagrecer, estudar, procurar um coach, correr atrás!

Para esse degrau número 2 eu tenho perguntas que vão te ajudar a se analisar.

  • O que você precisa fazer para se sentir confiante?
  • Os pensamentos que você tem sobre você são construtivos ou destrutivos?
  • O que você ganha com isso?
  • Que estratégias você pode criar para sair de onde está? Comece com estratégias fáceis. Ler em voz alta e gravar sua voz. Falar em frente ao espelho, procurar dicas de moda para expressar melhor sua personalidade, procurar um curso para alavancar seu desempenho na área que se sente inseguro.
  • Como você quer estar daqui a um ano?

 “como você se sente não é o resultado do que está acontecendo em sua vida; é a sua interpretação do que está acontecendo.”

Tonny Robbins.

 

Degrau número 3

  • Encare desafios. Aceite as mudanças.

No terceiro degrau você já está pronto para agir. Então, digamos que seu medo seja falar em público. Então, vou te dar um desafio.

Escolha um assunto que você goste muito. Pesquise sobre esse assunto, faça uma apresentação sobre ele. Algo rápido. Aqui vai o roteiro:

  • Fale sobre o assunto que quer apresentar e diga porque ele é importante pra você e como isso pode ajudar outras pessoas.
  • Apresente o assunto. Como surgiu? Como era? Como é hoje? E o que dizem os especialistas para o futuro?
  • Encerre agradecendo pela oportunidade e conte porque este dia representa uma vitória para você, os obstáculos vencidos.

Você pode se perguntar: para quem vou me apresentar:

  • Esse desafio pode partir do seu local de trabalho e você terá que se apresentar por motivos profissionais. Apenas aceite!
  • Para amigos que sabem que você quer vencer essa etapa da sua vida.
  • Grave um vídeo e publique na rede social de sua preferência.

Degrau número 4

  • Reaja às críticas com a mesma leveza de quem aceita elogios.
  • O feedback ou o retorno que virá da sua comunicação será a forma como você se relaciona com o mundo.
  • É preciso autoconhecimento para avaliar o que chega até você, como usar a seu favor e ter flexibilidade para mudar o que pode ser melhorado.

Por último, degrau número 5

  • Reconheça as oportunidades.
  • Tudo é comunicação. Quando se respira conscientemente estamos nos comunicando com nosso cérebro, dizendo a nós mesmo que tudo vai dar certo. Não perca a oportunidade de respirar e refletir sobre o que acontece ao seu redor.
  • Olhar é se comunicar, tocar é se comunicar e o mais importante: ouvir é se comunicar. Se você estiver presente de verdade quando alguém falar com você, você terá sensibilidade para falar a palavra certa ou para saber que naquele momento um abraço é a melhor mensagem. Seja assertivo!

Comece já a se comunicar com consciência, sem agressividade. Estude, persiga o conhecimento e aja. Pensamentos sem atitude são só pensamentos. Deixe sua pegada nesse planeta.  Compartilhe sua mensagem.

Acredite em você!

Fechar Menu